domingo, 21 de agosto de 2011

sábado, 20 de agosto de 2011

domingo, 14 de agosto de 2011

sábado, 13 de agosto de 2011

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Para atravessar contigo o deserto do mundo

Para atravessar contigo o deserto do mundo
Para enfrentarmos juntos o terror da morte
Para ver a verdade para perder o medo
Ao lado dos teus passos caminhei
Por ti deixei meu reino meu segredo

Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei os jardins do paraíso

Cá fora à luz sem véu do dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo

Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento

[Sophia de Mello Breyner Andersen]
(Livro sexto – 1962)

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Impulsos...

Palavra “menita” e que serve para definir a grandeza física que mede a variação da quantidade de movimento de um objeto. É causado pela atuação de uma força, tendo como unidade no Sistema Internacional de Unidades para o N.s (newton segundo ou newton vezes segundo). Esta unidade do Impulso também pode ser escrita como kg.m/s, esta unidade vem da relação entre Impulso ne variação da quantidade de momento.

Ora, tanto bla, bla, bla e não é deste impulso que vos quero falar, quero falar do outro, do desejo repentino e desenfreado de fazer algo, sem medir as consequências. Sim, para mim esse é que é o impulso importante. É com ele que fazemos loucuras ou as delícias da vida.

Tem impulsos que possuímos que depois de os fazer só nos apetece bater com a cabeça na parede e cortar os pulsos. Tem outros, que de tão bem recebidos ou da satisfação que nos dão, nos colocam sorrisos nos lábios e tornam a nossa vida tão mais bonita.

Ao longo da vida tive vários. Sou uma mulher que apesar do meu lado racional… ups! lá me saltam os impulsos e toca de fazer coisas interessantes. Foi devido a estes que fiz as viagens mais giras, passei os momentos mais lindos, me diverti imenso, tive momentos loucos, arrebatados, impetuosos, arrojados, atrevidos e belos.

Contudo, a falta de “tempo” (aqui tempo é dinheiro) faz com que os impulsos fiquem mais contidos, mas existem impulsos que se podem ter, independentemente da cor do dinheiro ou da existência do mesmo, nem sempre o “tempo” sufoca os impulsos. Caso este dependa de outrem, que pode não estar receptivo, o impulso pode esvair-se no tempo e não devido ao “tempo”!!!

E foi o que me aconteceu hoje! Tive um impulso que de desvaneceu no ar devido à não receptividade de outrem. Pena que outrem tenha perdido tão belo momento!!

domingo, 7 de agosto de 2011

sábado, 6 de agosto de 2011

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Mais momentinhos...



Este findi foi repleto de momentinhos bons!!!! Mesmo muito bons!

Na Friday a malta vai maltar saudades das nossas meninas ex-Amesterdam-nova-Ribatexas e amiga de Hong-Kong. O jantarinho de reunião foi em RibaTexas e fomos mimadas com tudi, tudi e tudi. E entre Ermelindas Reserva e boa conversa viemos com menos saudades no coração.

Ora "ápois" no day after era dia de ir ver a nossa Joss ali para os lados de acoli mais perto de acolá, que é como quem diz mais perto do Tejo.

A malta lá se deslocou para ir ter com a nossa Daisy, que é bem mais importante que a Joss, sendo que esta não passava de pretexto! E lá ouvimos a Joss ao som das "Dunas" do GNR e a gritar imenso pela "Saraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa"

E foram momentinhos tão bons de abraços, beijos, sorrisos e carinho! E continuo a dizer "há lá coisa melhor na vida que momentinhos destes tão bons?"