terça-feira, 28 de julho de 2009

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Momentinhos...


Apois de ano e meio de Galhunçagem na vida da piquena Jiminy, as friends (Miss Daisy, amiga de Amesterdam, amiga de Hong-kong e Jiminy) combinaram um fim-de-semana acolá mais perto de acoli e lá forem.

“Atão” forem todas mais o belo do Adónis de Stº John e rumo a south fizeram Prainha e dedicaram-se ao Shire lá da zona.

“Apois” lá pela nôte de Sábado rumo à Special Town onde tudo acontece neste fim-de-semana e a musica paira no ar e ups!!!! Não havia bilhetes para o Big Concert!!!! Lá jantemos, socializemos e divertimo-nos. Conhecemos gente nova e bem-disposta com a vida.

Next day abracinhos e beijos, matar saudades e praia e mais praia... e é tão bom momentinhos friendly… o melhor que a vida tem ;)

domingo, 26 de julho de 2009

Sunday Flowers




As Sunday Flower's de hoje são dedicadas a um Adónis de Santander ;)

segunda-feira, 20 de julho de 2009

domingo, 19 de julho de 2009

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Mauricias




E este fim de semana lá irei atá às Maurícias... Já fui tão feliz nas Maurícias ;)

segunda-feira, 13 de julho de 2009

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Logística!

Estou com problemas de espaço!
É isso. Arrumação, também.


De privacidade. E bem-estar, acrescente-se.

Gostava de mudanças.

Respirar outro ar.
Contigo.

domingo, 5 de julho de 2009

sábado, 4 de julho de 2009

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Doctor House


Amiga telefona e pergunta se estou ocupada, respondo que não, apesar da dor de cabeça descomunal, e eis a conversa:

Ela: eh pa! Tenho uma cusquice para te contar, estou aqui que nem me aguento!
Eu: eh lá! Conta que estou a ficar ansiosa! Caiu o governo?
Ela: Nã! Isso tinha piada, apenas tive uma tentativa de engate uma noite destas numa disco.
Eu: O de sempre! Gaijo que é gaijo, tenta!
Ela: Mas tenho de te contar esta, o gaijo achava-se parecido com o Doctor House e apresentou-se como tal.
Eu; Lindo!!!! E era parecido?
Ela: achas???? Claro que não! e fiquei eu ali a aturar um gaijo com um picozinho a azedo e com a mania que era o Doctor House… ahhhhh e só falava no Magalhães.
Eu: do Magalhães? Mas do pc?
Ela: eh pa! Eu estive meia hora a pensar onde estaria a piada política, mas afinal o Magalhães era o amigo que estava ao lado dele!
Eu: ahhhhhhhh, não era piada politica!?!?
Ela: Nãooooooo! Achas normal! E só repetia “isto não é um engate”
Eu: hãn-hãn, não era mesmo… (estes gaijos estão com falta de imaginação)
Ela: Eh pa! Gaijas giras na disco sound a serem engatadas por um gaijo com a mania que era o Doctor House e só falava do Magalhães e nem era uma piada politica!!!!
Eu: Ninguém merece!

Lá nos rimos da saída da amiga que levou com o Doctor House e o suposto Magalhães e lembrei-me da conversa que tinha tido no dia anterior com um amigo. Este verbalizou que, muitas vezes passa a fronteira para ir a uma disco só pelo prazer de estar descontraído e ser abordado, sem medos, pelas espanholas, ou para pedirem lume, ou para meterem conversa. Contava-me ele que as portuguesas não são assim, não são dadas, não comunicam e quando alguém as aborda pensam logo que estão a ser engatadas, por isso ele prefere as espanholas!

E pergunto eu ao amigo: Amigo? Percebeu porque as portuguesas evitam conversar, comunicar ou socializar quando são abordadas em disco’s???????????