quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Sunrise!!!



HAPPY NEW YEAR! HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR! HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW YEAR!HAPPY NEW



Bora pular! Erguer! Levantar a cabecinha e viver! Mais um ano na vossa companhia!
Com o vosso carinho, o calor do vosso abraço e o conforto do vosso colo!
Quem está, quem já viveu, uns mais pertinho, outros apenas a um oceano de distância!

No entanto, o vosso SoRRisO está presente e é real!

A todos os amigos, familiares, leitores, conhecidos e potenciais!
Desejos de boas leituras e bons contos para 2009!

The Last Day...

Beim, people que nos visita no quintal....

Tó-day é o último de 2008 (se que não vos dissesse vocês não saberiam, certo?) por isso resolvi avisar, só por isso ;)

E com ele vem o nosso último textinho deste ano que será dedicado à friendship ;) prezem as que têm porque são tão boas!!!!!

Ora, este ano foi o ANO das coisas BOAS no que toca a amizade. Foi um ano cheio de beijos e abraços apertados aos amigos e as amigas especiais. Descobrir novos amigos e mais amigos dos amigos. Foi o ano de voltar a ter amigos que tinham ido e voltaram, foi o Ano do calor no coração que só a amizade dá ;)

E por tal, as babes irão passar a noite final de ano ali a Amesterdam (pertinho da estação de comboios) na companhia da amizade e celebrando a mesma que nos une.

E o que há de melhor nesta vida senão, brilhozinhos nos olhos, sorrisos, gargalhadas, beijos, abraços e fazer coisas juntos!!!!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

domingo, 28 de dezembro de 2008

Sunday Flowers

As últimas Sunday Flowers de 2008 são para a Daisy ;)

sábado, 27 de dezembro de 2008

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

A very nice.....


Quem conhece o nosso quintal ao longo deste ano, sabe que a malta além de uma geografia galhúncia, possui também umas datas fora do comum. Ou seja, em Abril tivemos um Natal muito Feliz e nesta época especial a Páscoa é já hoje à noite ;)


Claro que nestas alturas tão especiais de trocas de "pisentes" a malta oferece a nós mesmas a bela da amêndoa com chocolatis... e é a loucura!!!!!! Não temos o stress da prenda do Natal à última da hora porque o Natal não é agora!!!!!... é só lá para Abril.


Por isso este postinho serve apenas para vos desejar muitas amêndoas e muitos ovinhos de chocolatis e façam o favor de ser Felizes ;)


A big kiss & hug from the Galhunço Team

domingo, 21 de dezembro de 2008

The Sign...


People from the garden, Flowers from our lives,


Após um sábado de workar (more or less), a nossa Daisy foi buscar a Jiminy para ofercer o seu "pisente" de Christmas... o belo concerto dos Gotan Project (tão especiais na vida musical da Jiminy).


As babes lá jantaram com o nosso Dui e há quanto tempo o trio não se juntava! O jantar foi ali, perto de acolá... não sei se estão a ver! Ao virar da esquina.


O concerto começou e as babes focalizaram a atenção... o que era imperativo. E a Jiminy logo no início do concerto ficou com um "cisco" no olho pelo "pisente" lindio! A seguir Kubar com o people from the classroom e lá pelas 5 (cedo!) de volta à casa de Mayotte!


Dormimos as duas com o gaijo que nos aquece os pés e tem um pijama às riscas! Noite divinal que se prolongou até more or less ás 3 da tarde onde o sol estava no auge e nós nem lo viliomos!


Após o piqueno com torradinhas, doce, queijinho e afins, lá pelas 6 da tarde, deixámos o pôr-do-sol de Mayotte nas nossas costas e entramos pela marginal adentro e ups!! "New York" just in front of us.... qual a probabilidade probabilitiva de encontrar New York na Marginal? hummmm! It´s a sign?!?!... só pode! a Jiminy diz que sim (e ela sabe de signs.... diz ela!)


Foi tempo de visitar a amiga de Hong-Kong para as despedidas de ano e de festinhas.... e as Babes lá entram pelo Shire adentro para um jantar a duas!!! E o fim-de-semana a acabar com sms directamente de New York com "kiss & hug you & miss u & ......want to hold you tight..."


E digam lá se a nossa jiminy não acerta nos signs?!?! Mas não nos dela ;)
Galhunço Team together from The Shire

Sunday's Flowers

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Namorando....


Em seguimento das conversas de gaijas cá em casa ao domingo, entre chazinhos e scones, que vão sempre dar ao mesmo "estes gaijos não sabem namorar, nem por sms" A malta tomou uma decisão deveras im-putante.


Sempre namorei comigo. Sempre me mimei, sempre gostei de mim e tudi e tudi... mas falta algo, falta o namorico e o lado do seducionismo que existem nas trocas das sms ou nas verbalizações de outro.


Beim, a malta tomou a decisão im-putante em namorar a sério consigo mesma e não vai de modos seguiu o exemplo da Majestade que manda uns kisses dele para ele. Lá carrega os dois tó-móveis com o belo do aério e toca de namorar consigo:


Eu: adorei ver-te hoje!

Mim: E eu adorei ver-te de roxo, ficas linda!

Eu: nem sabes o que me apeteceu fazer-te quando de vi hoje!!!!

Mim: queres dizer ao vivo?



Cheguei ao espelho e disse amo-te. E nem vou contar o quanto a conversa aqueceu, e fui comigo para a cama... e digam lá se é preciso que os portugueses façam algo?!?!


Nã!!!! se alguém me diz o que eu gosto de ouvir, se alguém me faz sentir bem, se me sinto linda, sou eu mesma que faço por isso! E gosto ;)




quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

NY

Ares!

Tudo pelos ares!

Há ares e ares!

Tem outra qualidade de AR!?



A escolha do título para o presente post é um pu-brema óbvio com o qual nos estamos a deparar. Quiçá, no fim destas singelas palavritas, não determinemos o melhor!!


Ora pois, achamos por bem questionarmo-nos acerca do ar que respiramos: será que este estabelece a qualidade do couro batido às miúdas-faz-contas-xiras?!?!?!


Se sim, em que medida o ar é preponderante na qualidade de vida das respectivas moçoilas?!??


Eis apenas duas das muitas/várias/bués/em simultâneo hipóteses de exploração que se nos são colocadas.


Ele há ares de Mayotte, ali mesmo da beira-mar (portanto desconsideram-se os ares do interior da ilha). Estes dizem-se muito liberais, homens do surf, mas são na verdade pintarolas, com montanhas de cenário, é certo, mas tudo produção fictícia!...


Ele há ares a caminho da África Oriental, passando por Madagáscar e depois um cadinho mais acima, ali pertinho do Quénia também os há! Ah pois há!!! E são uns belos duns Chocs Mans…

No Shire também haverá, ou não, Jiminy???!


Acontece que os moçoilos deste lado do mapa começam já a ter muitas características em comum, que passamos a assinalar:


- Tendinites ou algo acabado em ite nos dedos, os que os impossibilita de teclar quer no PC quer nas teclas do mobelito!!


- Vontades imensas de almoçar por aqui e por ali! Cinemar e demais verbos acabados em –ar, só que, porém, no entanto, ficam-se pelos verbos e a acção tá quieto, Oh Mau!


Ósdespois, eis que surge um individuo, mais pikeno, assim a dar-se para as parecenças ao amigo Chris, o Brown! E não é que o moçoilo prima pela difference?!?

E não é que o Chris é faz-conta-supé-xiro, manda sms muitas fofas (mesmo que derivem de 6 caipiras), e diz à moçoila que o im-putante é Hold Tight??!


Dream about our smile?! Wake up thinking about the sexy girl?!? Misses our touch!?! And can’t wait to be together again!?!?


Huuuuuuuummmm!!! So good!!!

But, Damn!!!!!! He’s from New York!!!



E vão lá dizer que os ares não têm nada a ver?????!!! Moçoilos, façam favor de ir apanhar ar para outro lado e tragam special feelings, if u please!!!

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Nespresso!!!


Amiga: Os homens são como o café da Nespresso!

Eu: ....????? (que é que ela quer dizer? Só pode estar a falar do George!!!!)

Amiga: São de diferentes sabores, dependendo da cor, e é uma questão de habito!

Eu:... (Ai o catano! que está ela a pensar????? Não é o George?)

Amiga: Primeiro experimentamos todos, depois escolhemos aquele que gostamos mais e ficamos por passar a beber só esse!!!!

Eu: Amiga, Então eu sou diferente, depois de experimentar vários, gostei de dois e mantenho-me fiel a dois!!!!! (e nenhum é o George!!!!)

Amiga: Dois????´

Eu: chama-me galdéria! mas eu sou fiel ao dourado e ao roxo!!!! Gostos!


domingo, 14 de dezembro de 2008

Despedidas!


Aí! Despedidas

Galhunço Team tenta a todo o custo agarrar-se com unhas e dentes a todos os momentos possíveis para sustentar tamanha despedida: alguém muito especial nas nossas vidas irá retornar ao seu País natal.

Estamos a falar do nosso Salsa & Kizomba Teacher e amigo do coraçãozinho das moçoilas do quintal: Mister Duda de Matos.

O nosso doce amigo surge na vida da miss Daisy há mais ou menos dois anos e um cadinho e logo entram em sintonia, pois ambos adoram salsar. Ele, perito nestas andanças ensina tudo o que sabe sem medo e sem convencimentos do seu profissionalismo e surge uma amizade forte entre ambos.

A nossa Jiminy surge mais tarde nestas andanças, por ser uma moçoila com menos pézinhos para a música latina, mas até gosta de ritmos mais calientes como os da Africa, e o nosso doce amigo lá ensina tudo o que sabe de ritmos africanos à Jiminy.

Ora, as noites tornaram-se mais lindas e coloridas não só pela música, pela dança em comum, mas por tantas outras coisas normais no respeita a amizade profunda. Como o dividir pensamentos, ideias, espaços e refeições… e o doce amigo passou a fazer parte integrante do quintal de ambas.

E é com um apertozinho no peito que o libertaremos para voos mais altos onde irá começar uma vida nova, cheia de coisas boas ao sabor do sol, do mar e do bom tempo, lindo e característico da sua terra.

Mas amizade é assim mesmo, é saber deixar os outros livres sabendo que fazemos parte do seu coração e ele do nosso.

E para o ano lá teremos de visitar Luanda e várias províncias de Angola para matar saudades de alguém que amamos muito!

O nosso Duda de Matos (sim, que é nosso e não dividimos) ainda não regressou, está para breve a sua ida, mas as saudades já são imensas, o que nos leva a bailar todos os dias até ao último momento.

Caso vejam alguém a salsar ou a Kizombar no aeroporto (mais perto da localização galhúncica) no dia 15, seremos nós os três ;)

We will miss u a lotis, dear friend!

Sunday's Flowers

sábado, 13 de dezembro de 2008

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Promotion...


A malta teve a bela promotion de "ai e tal tem aqui uma promotion para ir fazer um lifting facial" a malta não percebeu o porquê desta consideração para com a "je", e lá aceitou. Caso não fosse gratis e free a malta não ía. A moça tem outras priporidades prioritivas, tais como pagar a conta da ficina que o bogas lá deixa.


Ora a malta lá pensou "mas porque será que esta gaija me está a dar esta promotion?" dóvidas! e ela lá verbalizou "para tirar essas ruguinhas que tem em torno dos olhos?" e eu a pensar "esta gaija está a dizer que tenho rugas? quais rugas? a gaija está parva? ou está só a chamar-me velha?"


Lá ficou meio aflita, mas claro que aceitei a promotiom.


Hoje foi dia de ir fazer o lifting da promotion (não percebo porque chamam à coisa "lifting")... pensei que subia qualquer coisa e que saia de lá com as bochechas na testa, mas nã!!!! aquela gaita não faz mesmo nada, atenua ligeiramente (e disse, ligeiramente) os vincos do rosto (e não rugas) que temos devido a expressões repetidas que temos ao longo da vida (como o vinco que fazemos ao franzir os olhos devido à luz solar).


Explicações à parte, é só para dizer que a malta lá foi e soube bem, soube-me bem ser mimada e ter alguém a dar massagens no rosto e deixar a bela da máscara hidrantante no rosto por alguns minutos que me permitiram revirar os olhos e adormecer.... deviam fazer mais promotion para a "je", pois o único tempo que tenho tido para dormir em condições neste vapt-vupt da minha vida foi mesmo aqueles 20 minutos!


E viva estas coisas giras de promotion para gaijas que querem ficar faz-conta-giras e que não têm dinheiro para o fazer!!!!!!

A Choc Man


quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

blas, blas, blas


amiga da amiga:
oi
amiga:
oi
amiga:
desculpa ontem
amiga:
tinha o chefe atrás
amiga:
tás boa?
amiga da amiga:
não faz mal
amiga da amiga:
estou estoirada
amiga da amiga:
deitei-me as 4 da matina a preparar uma aula
amiga da amiga:
e hoje tenho de fazer o memo
amiga da amiga:
tudo porque não me entregaram as matérias a horas, achas normal?
amiga:
eu ja acho tudo normal
amiga da amiga:
afff
amiga da amiga:
só almocei agora e são quase 17 horas
amiga da amiga:
agora estou a tentar dar uma vista de olhos na aula de amanhã e a minha Mãe a contar as noticias do interior
amiga da amiga:
argggggg
amiga:
lol
amiga:
eu não encontro uma roupa sexy para o jantar
amiga da amiga:
compras umas leggins, botas bicudas e um top e está feito
amiga:
já tenho as botas
amiga:
não gosto de leggins
amiga:
lol
amiga:
mim leva botas agulha
amiga:
calחas ganga salsa
amiga:
e top
amiga da amiga:
então vais bem!!!!!
amiga da amiga:
arggggg a minha Mãe ligou a televisão :(
amiga da amiga:
lá tenho de levar com as bruxas e as bichas no programa da tarde
amiga:
LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL
amiga da amiga:
estou com os cabelos em pé!!!!
amiga da amiga:
só de ouvir!!!
amiga da amiga:
não vou conseguir fazer nada com esta barulheira :(
amiga:
lolololol
amiga da amiga:
ai, tira-me a faca das costas!!!!!
amiga da amiga:
Eh pa! O que eu não dava por ter um emprego normal!!!!!
amiga da amiga:
estou em casa a levar com as bruxas e as bichas a recordar um programa do Herman com 400 anos
amiga da amiga:
lá se foi a preparação da aula.
amiga da amiga:
e tu a levares com os comentários on-line dos programas parolos da SIC
amiga:
lololololo
amiga:
tou farta de rir
amiga da amiga:
pois!!!!
amiga:
queres ir ter cmg ao colombo?
amiga da amiga:
eu aqui é que não estou a achar piada nenhuma
amiga da amiga:
hoje?
amiga da amiga:
vou dar formação às 23
amiga da amiga:
a um grupo peculiar
amiga da amiga:
Daqueles que dizem PDI e alguém verbaliza em voz alta “puta da idade” e riem-se imenso e eu com cara de parva e a pensar... que faço com estes gaijos?!?
amiga da amiga:
e alguém que resolve falar que teve um formação em “partos difíceis” e que foi explicado como se deve colocar a mão na “mafarrica” (nome engraçado) da senhora e alguém questiona “e ela vêm-se”?
amiga da amiga:
melhor que as bruxas e as bichas!!!!!!!!!
amiga:
looooooooooooooooooooooool
amiga:
tou a adorar
amiga da amiga:
O programa está a acabar e lá levamos com o Pai Natal a dizer coisas giras :S
amiga da amiga:
Vou ter de ir, está na horinha, amanhã falamos melhor
amiga:
força, beijocas grandes, fartei-me de rir ctg
amiga da amiga:
mi fui ;)


Cocktail


Yellow People from the Garden!

A malta hoje tem CockTail! Ah pois é!

- Ele vai ser ás 16h30! (Que raio de hora! E a uma 4ª F, ninguém merece!! Tudo em nome da contenção!)

- Ele vai acontecer numa Casinha Apalaçada ali pós lados das Ilhas Gloriosas, ao Largo de África Austral! (Palácios!? Cá pra mim nem Martini, nem croquete!)

- Ele vai meter Prrreeeuuuusidentes de Câmaras e Vereadores! (iiicccc!)

- Ah! E Inginheiros! Num xei, mas espero que os haja! ;)


E lá veio a menina trabalhar de risco nos oios e rimel! E com um vestidinho preto, com o qual nunca me comprometo!

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Our stuff...



My favorite one ;)

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

O Silêncio...


Há pessoas que não gostam do seu silêncio, há pessoas que não gostam de estar sós, há pessoas que não gostam de estar paradas no seu canto.

Eu adoro, o meu canto, a minha solidão e o meu silêncio. Como eu adoro este silêncio onde apenas a segunda voz que oiço é a minha voz interna.

Ora “apois”, nos últimos tempos a malta tem tido outras vozes no seu mundo. Acordar logo de manhã (lá pelas 10 da matina) pois os horários da moçoila são ao contrário dos outros, começam mais tarde e acabam mais tarde, e ouvir mais vozes, deixa-me meio confusa. Para não dizer a imaginar que se anda a ouvir vozes. Não é habitual!!!!

Depois confirmamos que não andamos a ouvir vozes, mas sim, existem mais vozes no nosso mundo que não costumavam existir e isso complica o sistema nervoso de quem gosta do seu silêncio.

As pessoas estão habituadas a comunicar e sem mai nem ontem fazem perguntas, mandam coisas para o ar, verbalizam algo que não tem qualquer significado, só para quebrar o silêncio… e eu a pensar será a minha voz interna? Nã! A minha voz interna não tem este som!!!! E o normal é a irritação, pois o meu silêncio deixou de existir!

Poderíamos comunicar às outras vozes que gostamos do nosso silêncio, o que até já foi feito! Contudo, as outras vozes que pairam actualmente na nossa vida continuam a falar em voz alta não respeitando o meu silêncio!!!!

E nesta última mudança na vida da je o que mais tenho saudade, até é mesmo do meu silêncio!!!!

domingo, 7 de dezembro de 2008

sábado, 6 de dezembro de 2008

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Back 4 a sec! Part III






White Choc Babe Wanna Be: Hey there! ;) Tea? Ocean? Do something?

Choc Man: Yooooooooooo!!! Let's tea at my place!

White Choc Babe Wanna Be: At your place??!?! 5 minutes and i'll be there!!

Choc Man:Sweety, let me put my head over ur legs...

White Choc Babe Wanna Be:.... Huuumm????

Choc Man: Let me just be over u....

White Choc Babe Wanna Be: !?!?!?!?!!?!?!?!?

Choc Man: Let me kiss u and hold u and.... and .... and .... and....

White Choc Babe Wanna Be: Baby, I'm leaving! ;)

Choc Man: Sweety!??!! Are u leaving me like this?!?!?


A cabine..


Ela: Jiminy, desculpa incomodar-te a esta hora, mas tinha de falar com alguém.

Eu: Tudo bem, é meia-noite mas sou toda ouvidos!

Ela: Falei com o anormal ao telefone porque me cansei da treta das sms que não nos levam a lado nenhum!

Eu: e?

Ela: Lá falei com ele porque não percebi patavina das sms e a conversa lá desenvolveu!

Eu: e?

Ela: Lá lhe disse que me sinto um bocado estúpida em andar a correr atrás dele, de ser ignorada por ele e de não o ver há um mês!

Eu: e ele?

Ela: lá disse que não achava que eu estava a ser estúpida e não tinha de me sentir como tal, que não me ignorou... apenas foi apanhado de surpresa ao me ver sem esperar e ficou sem reacção. Por último, quando lhe mandei a sms de hoje, ele gostou e gostava de me ter visto. Disse que estava com uns amigos e que eu até podia ter ido ter com ele não entende porque não fui.

Eu: E não foste ter com ele?

Ela: Eu? não vejo o moçoilo há um mês mando sms, a conversa não tem andamento, quando me canso porque aquilo não vai a lado nenhum, telefono e o gaijo diz que está com os amigos e já telefona?

Eu: e telefonou?

Ela: Telefonou, e o que te contei foi o que falamos!

Eu: e? conclusão?

Ela: quer beber um café comigo amanhã e estou sem saber o que fazer, que achas?

Eu: (ok, esta agora vai doer) sinto muito cara amiga, presumo pelo pouco que conheço da história que ele se vá esquecer do café amanhã.

Ela: Ok, e se não se esquecer e formos beber café amanhã? não sei o que faça!!!!!

Eu: Beim, melheri, já estou a ficar irritada contigo!!! Assim a roçar o po-ssessa!!!!! És uma mulher adulta, certo? o homem não está contigo há um mês, certo? não se lembra de ti quando não mandas sms ou quando não telefonas, certo? Não corresponde à coisa se não fores tu a ter iniciativa, certo? qual é q parte "que ele não está interessado" que tu ainda não percebeste?

Ela: percebi!!!! e essa é a pior parte!

Eu: ok, então se percebeste cancela a gaita do café de amanhã e no domingo cá em casa há chá, scones e reunião, a Maria dá-te umas dicas!!

Ela: ok

Eu: Então até domingo!





Affffff... caraças, esta coisa de ser cabine dá-me cabo da orelha sexy, queima-me os pipinhos e torra-me a paciência... é tramado quando elas sabem a resposta, a coisa está a frente dos olhos e continuam a insistir!!!!!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Horas!


O meu dia de ontem ainda não acabou e o de hoje já começou precisamente à mesma hora. Continuo agarrada ao pc a trabalhar devido a um .... ups "erro de cálculo" da Osga (um dia destes o galhunço time, apresenta-vos a personagem num post representativo da dita cuja "the Osga" man).


O frio continua, o sofá está longe, o raciocínio fica torpe e está na hora de deitar, pois os pipinhos esgotaram a produção. Contudo, o trabalho está feito e resta-me umas meras horas para dar uma volta a correr nos lençois.


E tudo se resume a horas, por vezes longas, por vezes curtas. Mas mesmo quando não temos nada para fazer o tempo e as horas nunca são suficientes, quanto mais quando o que pretendemos fazer abarca todo o limite de tempo por nós possuido!


Mas ainda bem que passei por aqui antes de me deitar e alguém me lembrou a importância do frio, do chá quentinho e me veio à alembradura os scones que tanto adoro com doce de frutos do bosque ;)


ahhhh deliciem-se a dormir enquanto me derreto com um chazinho quente e scones com doce... quando lerem este post já estarei com os pipinhos activados de novo e faz-conta-bem-disposta para enganar o cansaço.


have a great day

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

momentos...


Depois da morte, do Bogas, ao fim de uma semana, e ressurreição do mesmo, fui buscá-lo à ficina e vim para casa. Como soube bem!

Por vezes não damos valor a certas coisas e o simples facto de ter ficado sem ele fez com que andasse numa correria mais tresloucada, apanhando Tó-carros que demoram 2 horas para entrar em Lisboa e pagar bilhetes de Tó que me levaram os tustos todos. Nunca me passaria pela cabeça pagar 2 euros para fazer 10 kms. Agora que tenho o bogas ando a projectar seriamente em ir trabalhar para Santarém ou por aí pois o tempo que demoro de caminho é o mesmo.

Depois de entrar no Bogas, curti a felicidade de estar dentro dele, aquele espaço que é tão meu e ouvir o sonzinho de sempre (pois o bogas só sintoniza a mesma rádio), vir pelo caminho a cantar em voz alta, coisa que não se pode fazer no Tó (não só porque não fica bem fazê-lo, mas porque a malta canta tão mal que seria expulsa do Tó). Deliciar-me em olhar para o lado e ver o caminho e a simples viagem de 10 kms foi convertida numa viagem a algum lugar especial.

Chegar ao Shire e morrer congelada (pois no Shire o clima é sempre diferente). Passar um fim-de-semana a ver as aranhas a fazerem rappel do tecto até ao chão e apenas ficar deitada no sofá a fazer o trabalho que supostamente seria feito na secretária. Ter a visita da amiga com conversas de gaija furibunda e reunir com a Maria que tão simpaticamente dividiu com elas os seus últimos momentos tão parecidos com os dela para que ela fizesse a sua catarse.

Beber um chazinho vermelho com scones e doce (saltar as pipocas e o filme) enquanto a reunião feminina decorria. Ficar de parte a observar a conversa das duas e depois das despedidas feitas salivar e revirar os olhos no sofá enquanto se engole tudo o que passa na TV.

E com pesar hoje se acorda e se tem pena que o feriado tenha passado e nem se colocou o pé fora do Shire, morremos quase congeladas com o frio muito parecido com o da Sibéria (deduzo eu, mas nem me passa pela cabeça pior que isto) mas o ter de arrancar de novo numa semana Wild entre picos de correrias físicas e marasmos intelectuais faz-me querer ficar no Shire no quentinho do Sofá… e só no sofá, que tudo o que seja colocar a unha grande do pé, fora do sofá, já é Sibéria.


Como o meu fim-de-semana foi delicioso!!! Bah! Odeio o frio!!!!!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Coisas...


Miúdo-faz-conta-Giro: Estás chateada comigo?
Ela: estou!
Miúdo-faz-conta-Giro: Então porquê?
Ela: porque passaram 10 dias e ao fim de 10 dias é que perguntas por mim?
Miúdo-faz-conta-Giro: Desculpa, muito trabalho, mas não fiques chateada comigo!
Ela: não te stresses, na vida um homem e uma mulher têm um timing de paixão e isso não aconteceu entre nós!
Miúdo-faz-conta-Giro:… (com cara de quem nunca pensou no assunto)
Ela: Ou seja, nesse timing é necessário haver fogo de corpo, alma e coração o que não aconteceu entre nós… já me contentava apenas com o fogo do corpo e nem por aí passamos!
Miúdo-faz-conta-Giro:… (com cara de cão perdido que não encontra a casa)
Ela: Por isso, não é preciso haver stresses quando os timings não existiram!
Miúdo-faz-conta-Giro: Mas ficamos amigos?
Ela: Claro que sim!

Saiu do local, entrou no carro e pensou… “que se passa com estes gaijos que não tem fogo por nada, nem uma faísca sequer lhes passa pelas unhas dos pés quando estão com uma gaija?" E esta coisa do “ficamos amigos?” quando na realidade é apenas para ficarem com a consciência tranquila porque a amizade não existe mesmo... pega no telefone e liga…

Ela: Jiminy? Are u there?
Eu: Yap, estoi por lo Shire my dear, que passa?
Ela: Tens tempo para um chá?
Eu: Claro que sim, passa pelo Shire, temos chá vermelho, filme e pipocas, estás numa dessas?
Ela: Claro que sim, se entretanto tivermos uma conversa de gaijas pelo meio.
Eu: Bora-Bora ;)

domingo, 30 de novembro de 2008

sábado, 29 de novembro de 2008

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

A Música do Dia!

People from the Garden!
Isto deve ser partilhado!

Não há como conceber ideias Trés Diferents pour la Musique!! Ora então vamos lá enquadrar a coisa: a Je trabule com mais 3 babes à volta - sendo que em breve tudo mudará and that's my chance! - e só um pc é que detém colunas. É vero, só UM!!! O que também não lembra a ninguém, nem ao Littlle Jesus nem ao Devil! Ninguém merece!!

A adicionar há 2 babaes com muito amor ás M80's; RFM's; M80's; RFM's; M80's; RFM's; M80's; RFM's; M80's; RFM's; M80's; RFM's; M80's; RFM's; M80's; RFM's; ...

Depois há outra babe mais versátil, mas que se inclina ali para os lados da Cidade FM e depois há a Je que gosta de Oxigénio nos amigos Tico e Teco e coisinhas musicais diferentes do que o set preparado para uma hora que repete ao longo do dia nas rádios supracitadas.

Bom, mas convenhamos que a Je mora aqui há pouco tempo e respeita o estatuto inerente à antiquidade. Oh despois, respeita a idade adjacente a vizinha da frente que não só não nutre as mesmas definições musicais que a Je, como tem uma maneira esquisita de falar com a Je... Assim, a modos que a dar pó agressivo-snobista, estão a ver?!?

Posto isto, imaginem a dificuldade que a Je tem em trabalhar 5 dias por semana, 8 horas por dia, neste estabelecimento, lembrando-se por vezes de que se trata da 19ª vez que ouço a Colbie Caillat ou o Brian Adams com o eterno Summer of 19 e troca o passo... ou-o-que-quer-que-seja-que-eu-até-posso-saber-apreciar-mas-não-ao-fim-de 4000000878643513513 vezes no dia!

Mais, há que referir o tipo de comentários ouvidos de certo a registar:

"Esta música é sempre igual"

"Ai, desculpa, esta não lembra a ninguém!"

"O quê!?!? Na Oxigénio é só música de dança!"

"Ai, esta música é de abanar o cabedal! Nem consigo pensar!"


And so on.... and so on.... and so on...

terça-feira, 25 de novembro de 2008

domingo, 23 de novembro de 2008

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

as galináceas


A malta esteve ausente devido a compromissos profissionais, morte estranha do portátil e ressurreição do mesmo sem se saber a causa nem dar direito a autópsia.

Durante esta ausência a malta viveu as aventuras do dia-a-dia tão comuns dos mortais que se limitam a pairar para sobreviver sem ter a preocupação com problemas existências como sexo dos anjos. Para melhor perceberem imaginem um marasmo mental composto de correria.

Nesta correria toda, a malta chega algures e terá de deixar este marasmo intelectual composto de correrias físicas e carrega num botão interno imaginário, activa os pipinhos e debita coisas assim faz conta-inteligentes transmitindo calma, serenidade, simpatia e tudi e tudi para demonstrar o profissionalismo que possui.

“Atão” num destes dias a malta depara-se neste ambiente propicio ao cumbibio intelectual e troca de ideias com uma galinácea um pouco incomodativa que me dava cabo da paciência e me tirava do sério e pensava eu para o seu eu “mau! Esta gaita hoje vai ser confusa” lá apliquei as técnicas todas de controlar a hiper ventilação, as regras de relaxamento mental e tudi o que conseguisse fazer acalmar moi meme para não morder na galinácea.

A galinácea, não vai de modos, vingou-se e plantou um big galhunço na mona da je que lá teve de chegar a casa, desconstruir, congelar a moça e mandá-la para a Sibéria.

Hoje, tive outra galinácea! A experiência é sábia e fez com que antes de qualquer plantação de galhunços a malta jogou limpo e directo e deu a volta à galinácea em prol da sua sanidade mental, mas ainda estou para descobriu porque anda tanto povo por aí de mal com a vida a lixarem com “f” a mona dos outros…. Bah!

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Back 4 a Sec! Part II

Sem-Potencial: Estava a gostar tanto da regularidade das nossas conversas e de repente PUFFFF!!!

Miuda Gira: ?!!?!?! Mas que disparate! (Dasse!) Qual PUFFF!? A miúda tem é imeeeeenso que fazer, sem contar que não gosta (nadica de nada) de converseta por sms all day long!!!

domingo, 16 de novembro de 2008

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Eternamente


...
"E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."
...

domingo, 2 de novembro de 2008

Massagens e...


Alguém me ligou hoje. Amigo de longa data que queria saber como estava eu. Quando dei por mim o moçoilo lá me começou a fazer cócegas ao meu Ego, assim meio "adisfarçadamente", e eu a pensar…. Hummm! Olha que o moço sabe bem do que fala, é claro que levei as cócegas a sério pois o moçoilo tem a vantagem de me conhecer bem.

Entretanto ia mudando o contexto da conversa mas pensando sempre nas cócegas e como tinha gostado das ditas ao meu respectivo Ego. Como toda a mulher sabe direccionar bem as conversas (todas? Será?) quando dei por mim, o moçoilo massajou-me o Ego todo, e completamente, de cima abaixo.

Não que precise, pois eu mesma costumo fazê-lo e como talvez ande um pouco distraída e me ande a esquecer de o fazer, soube-me tão bem a massagem que ainda ando a ver se aterro.

Tem coisas que sabemos e sentimos sobre nós mesmos mas por vezes me esqueço como é bom ouvir! E soube tão bem!

Sunday Flowers

sábado, 1 de novembro de 2008

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Back 4 a Sec!


Miuda Gira: Ois! Nice 2 see u on monday!
Nice Nick - Walking Chocolat!!
(Já a babar por todos os lados a imaginar-se a trincar o Choc Man que passeia na rua em que todas as gaiatas sucumbem à sua passagem!!!)

Miudo Muita-Giro: Ois! blá blá blá blá blá blá blá blá blá
Sei q estou em falha contigo, mas um dia vou compensar-te!

Miuda Gira: (Mas onde é que já ouvi isto?!)
POis, babe, (querido, honey) mas porquê um dia!? Eu não mordo!?! ;)
(Por favor, deixa-me morder-te!!!!!)

Miudo Muita-Giro: Pá, Obrigada por fazeres parte da minha vida!!!
Adorei a tua reacção!! Beijos.

Miuda Gira: !?! Huuumm!?! Oi!?!? Hein!?!?!?


AIAIAIAIAIAIAIA!!!!!!!!Baralhou! Queimou o piston! Puff!!
Encostou á box!! Fui!...

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

conversas de..


Amiga: preciso de falar contigo, bebemos café?
Eu: claro que sim!

Um café a seguir a um dia de trabalho cansativo:

Amiga: estas bem?
Eu: nem por isso, mas leva-se a coisa. E tu?
Amiga: Eu estou de rastos… bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla. Que achas?
Eu: penso que....
Amiga: Não concordo porque bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla
Eu: se pensas assim quem sou eu para te contrariar!
Amiga: mas não estás a ver o óbvio bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla

E pensava eu de mim para o meu mim …Eh lá! estou a levar com o galhunço todo da moça!!!!... caraças, estou cansada, tive um dia infernal, venho beber um café porque ela precisava de falar comigo e não me escuta?

Eu: bem, minha cara vou ter de ir, são 2 da manhã e estou cansada!
Amiga: desculpa, quase não tivemos tempo para falar.
Eu: pois, não tivemos mesmo!

É sempre bom conversar sozinho, continuo sem perceber porque certas pessoas não tem capacidade de ouvir e o que pretendem é vomitar os seus galhunços no quintal dos outros!

terça-feira, 28 de outubro de 2008

medos e....


Primeiro mês:
Gostava de estar contigo
Estaremos!

Dia seguinte

Estamos?
Adorava ver-te mas não vou conseguir!

Passado uma semana
Gostava de te ver, tenho saudades!
Então bora-bora matar saudades?
Não posso!

Passado um mês
Continuo com imensas saudades tuas!
E? que pretendes fazer?
Não sei, diz-me tu!

O medo e insegurança são tramados, levam-nos a perder bons momentos com pessoas de quem gostamos e com quem adoramos estar!

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

London Town


Gosto! gosto de ter esperado 400 anos para ver a evolução de certas cidades deste País e passar por elas e pouco mudou.

A malta hoje foi a London Town. London Town, faz parte da minha infância e há 400 anos atrás era uma cidade provinciana que estava muito aquém do que eu esperava encontrar numa cidade.

Claro que as minhas vivências, o meu mundo, a minha vida se mudaram logo para a capital e London Town era apenas uma cidade de passagem para visitar o Shire.

Passaram 400 anos e London Town modificou-se, já tem um tribunal em condições (assaltado há muito pouco tempo) o parque da cidade veio substituir o antigo jardim (onde já não é seguro passear à noite) e até já tem uma hora de ponta (no trânsito, claro)

Contudo, o que eu esperava ter encontrado em London town há 400 anos atrás era muito mais do que vejo hoje para poder ver algo mais no passar destes 400 anos. As mentes continuam na mesma e o povão pouco mudou ou andou para trás, e continua a ser uma London Town provinciana.

Esta evolução para trás mata-me e tira-me do sério. Depois oiço o nosso menino dizer que vivemos na Europa, o País é desenvolvido e estamos todos no auge…. Ahhhh e termos um TGV lá para o ano de 2400…. Bah!

Continuo a não ver no nosso interior (tão perto da capital) a evolução, o caminhar para a frente e rápido. Tudo é lentium em questões de evolução. O Shire não mudou nem um milésimo de segundo, a única diferença é que tem, ao fim de 400 anos, uma rotunda do tamanho de um campo de futebol.

Pensa-se pequeno, continuamos pequenos, seremos pequenos para sempre no tamanho e no pensamento? Não me contento com este lentium todo na movimentação das coisas. Qualquer dia morro de velhice e nada mudou… bah!

domingo, 26 de outubro de 2008

Os pavões...


O Galhunço Team decidiu sair por Lisbon By Night e ir ver o best Jijei of the World botar o seu funk house ali para os lados de Santos, mais propriamente no Alive.

Apois um Sábado de trabalho, as moçoilas passearem, matarem saudades e jantarem together. Apois da janta forem até ao bar para dançarem ao sonzinho do best funk House (e único) que se ouve por Lisboa.

Após a entrada das moçoilas, depararem-se com a faixa de rodagem da população nocturna que rondava entre os 15 e os 17 (lindio, parecia um episódio dos morangos com açucar!!!!) apóis lá mudemos de sala, a faixa de rodagem aumentou e a coisa tornou-se mais interessante de uruberservar.

Lá bebemos umas caipirinhas e cubas-libres fornecidas grátis, à borla e free pelo barman mais engraçado do bar e apois um dia de trabalho e com o sonzinho a apetecer aquilo ficou muito mais divertido.

Os moçoilos faziam os rituais de acasalamento (dançando qual passarinho que seduz a sua passarinha…. Esta ficou engraçada), tão vistos em qualquer documentário da Nathional Geografics e o Galhunço Team (as allways) estava para se divertir, rir e pular e ignoremos os rituais exercidos por moçoilos em faixa de rodagem, agora ligeiramente mais próxima da nossa.

Alguns tiveram a coragem da abordagem verbal, da cantiga do bandido, tão própria destes espaços.

Na maioria, este tipo de espécie masculina encosta a barriga ao balcão, segura o belo do copo e cutucam-se, entre eles, quando uma moçoila interessante passa, não costumam ter esta coragem. Ontem, estavam afoitos (palavra bonita) muito típico de uma noite de berão o que me deixou na dóvida em que estação do ano estariamos.

No final, voltemos as duas para casa muito mais dormentes do que quando entremos e felizes por termos tido a oportunidade de matar saudades uma da outra, rir, dançar, pular e desconstruir toda a semana cansativa que a vida nos tem proporcionado.
Momentinho bom ;)

Sunday's Flowers

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Aventuras...


Desde Janeiro que não se pode fumar na maioria das casas de diversão nocturna de Lisbon by Night. A malta descobriu que nos pubs, bares, discotecas em torno do Shire se pode fumar em todos eles. Ora, ontem a malta lá saiu da formação das moscas e resolveu convidar a Maria para sair.

Talvez ela saísse do marasmo e a coisa desse um “tchan” na mona da moça. Fomos até aquele barzinho maravilha à saída de Lisboa, mesmo ali na PSA, onde o som é terrível mas podemos fumar que nem umas desalmadas. O bar foi o eleito porque actua por lá, todas as segundas, uma banda que eu gosto muito, os Triskle.

Cheguemos, assentemo-nos e dividimos uma tosta mista e uma cola. A moçoila que nos atendeu virou-se para a Maria, ignorando a minha pessoa, e disse:

Moça do bar: Está chateada?
Maria: Não, estou só cansada, mas como prometi à banda em vir vê-los hoje, cá estou!

A moça, lá foi para o balcão e questionei

Eu: Oh Maria, conheces a moça?
Maria: Não. Só cá vim uma vez!
Eu: E ela lembra-se tão bem de ti?
Maria: Sei lá, vim com um amigo, nem me lembrava da moça!

Lá ouvimos os Triskle, como sempre divinais, a Maria lá trauteou as musiquitas que eles cantam e lá pela 1.30 da matina chegou a hora de sairmos. Dar beijinhos à banda, despedir de um amigo que apareceu à última da hora e quando cheguemos ao local de pagar la cuenta lá estava a moça.

Moça do bar: Você hoje não está bem!
Maria: Estou só cansada, nada de especial!
Eu:….?!

Eu fiquei um pouco na dóvida e comentei com a Maria. Qual é a gaija que trabalha num bar e faz comentários destes com os clientes? E logo na segunda vez que a vê? Hummmmm? Ou muito me engano ou se eu não estivesse com a Maria a moçoila fazia-se convidada para a trazer a casa! Ou estava só a ser simpática?!

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Quebra...


Argggggg estou mesmo farta! Cada vez que entro no meu e-milio lá tenho 400 correntes para passar pelos amigos (claro que adoro os meus amigos e o raio das correntes vão todas para o lixo)… mas que ando farta, ando! Se eu fosse a pensar nelas este seria o resultado:



Seria uma pessoa muito mais feliz pois neste momento cheirava mal porque os desodorizantes causam cancro. Tinha deixado de comer frango porque são geneticamente modificados e no mínimo acabava por comer quatro pernas e quatro asitas em vez de duas de cada (o que não acho mau de todo).




Tinha o dinheiro debaixo do colchão com medo de levantar dinheiro em qualquer ATM pois podia ser assaltada ou o meu código copiado. A esta altura do campeonato não bebia refrigerantes em lata com medo da Leptospirose, muito menos Coca-Cola, por causa do moçoilo que caiu no tanque de uma fábrica e foi corroído.



Deixava de ir ao cinema e ao teatro, com medo de me sentar em cima de uma agulha contaminada com SIDA. Sair e conhecer gente nova estava fora de questão pois podia acordar numa banheira com gelo, e sem rins. Os poucos trocos que tenho tinham ido parar à conta da menina que precisa de uma operação urgente (que só tem um mês de vida, desde 1914). E por último Jesus Cristo já se tinha mudado cá para casa!



E era só para avisar a amiga que enviou o e-milio de hoje com os “Deuses Indianos” que são uns queridos mas quem não os passar a 20 amigos tem um montão de azares, que a corrente morreu cá em casa. Ah! E como dizia no e-milio quanto aos horrores do não envio… esquece lá isso, tudo já me aconteceu mesmo antes de mandar o e-milio para o lixo… arre que streck de mails!

domingo, 19 de outubro de 2008

sábado, 18 de outubro de 2008

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Miminho Especial...

Como a nossa Daisy anda super-mega-hiper atarefada, sem tempo para respirar devido a compromissos profissionais, fica aqui um miminho para os 5/7 minutos do descanso dela ;)

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Atracção...


Ora, um tema interessante e deveras im-putante que me deixou com os pipinhos aos pulos aquando a moçoila esbarra com um anúncio baseado sobre a atracção. Ora a moçoila possui alguns conhecimentos sobre o assunto e ficou estupidificada (não muito longe do normal) com a descoberta.

Desde sempre que sei que existem investigações em torno deste assunto e que os responsáveis pela atracção e o segredo está nos 6 sentidos. Como todos sabem os sentidos são 5, por isso é melhor expricar a im-putância de todos na atracção, para melhor perceberem.

A visão é o maior responsável pela atracção. “Ápois” é com a visão que nós recebemos maior informação É através dos olhos que recebemos os mais variados tipos de informações, tais como, as feições de uma pessoa, que apreciamos a sua beleza, os traços do seu corpo, se a sua aparência é agradável e se nos agrada a sua presença.

“Ápois” temos a bela da audição que não sendo o estímulo que mais influencia numa atracção, os sons poderão ter um papel de im-putante nas relações. Por exemplo uma música calma poderá proporcionar um ambiente romântico e propício a que um moçoilo e uma moçoila se sintam mutuamente atraídos.

Seguido, temos o olfato em que os moçoilos e moçoilas, não reagindo como os animais, que respondem ao cheiro e ao odor de uma forma inconsciente, podem ser atraídos por cheiros que os podem estimular ou pelo contrário resfriar a atracção. Contudo a memória olfactiva de cada um e as associações que cada um faz a cada cheiro é deveras im-putante.

Quanto ao paladar, é a partir dele que recebemos estímulos sexuais tais como o beijo. Ou por si só pode ser uma forma da malta comunicar com outra pessoa, e desenvolver a partir dele relações sexuais constantes.

Sendo considerado por muitos como o sentido fundamental, logo a seguir à visão, o tacto completa os cinco sentidos que o ser humano utiliza para ter a percepção da realidade representando, no entanto, apenas 8% das informações recebidas da realidade. O tacto revela-se por outro lado o sentido fundamental no "mundo das carícias”.

Por último temos o 6º sentido (não, não é o filme e I don’t see dead people) que é o sentido que recebe os sinais químicos libertados pelos moçoilos e moçoilas, as belas das Feromonas que são captadas pelos nossos Órgãos Vomeronasais que ficam ali mesmo lado a lado com o aparelho olfativo.

Ok isto é tudo muito im-putante e a expricação é longa, contudo descobri há pouco tempo que afinal tudo isto está errado e afinal o segredo da atracção pertence unicamente à equipa de investigadores da Linic, pode???? As coisas que eu descubro na TV!

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Portas, dobradiças e afins...


Não, não vou falar da crise financeira. Apesar de ser im-putante, eu sei, mas não vos vou mostrar gráficos do Nasdaq que espelhem bem a crise que não tem um aparente final à vista. Não irei falar do recente debate de Sarah Palin e Joe Biden, candidados à Vice-Presidência dos EUA. Muito menos irei falar do ainda mais recente debate entre o Barack Obama e John Mccain. Nem dos juros que desceram por decisão do Banco Central. Já não tenho pachorra para ouvir e falar do mesmo.

Beim, como a nível financeiro eu ando uns anos avançada dos outros, tudo o que anteriormente referi, para mim passa-me um pouco ao lado, pois já passei várias vezes por lá. Eu se fosse fazer um gráfico financeiro do meu euro dava uma coisa bem mais grave que o gráfico actual do Nasdaq, mas isso agora não é im-putante.

Im-putante sim, é referir que desde que vim para o Shire a Maria tem estado no marasmo, acho que o ar do campo lhe fez mal e foi oxigénio a mais a entrar-lhe pelo cérebro adentro. Ora pois, a moçoila ficou off e recusa-se a fazer qualquer tipo de actividade.

Este marasmo dá comigo em louca porque não gosto de a ver assim e por outro lado as tarefas de construtora civil (que recaem sobre ela) passaram directamente para mim.

Este foi um momento complicado da minha vida, mais complicado que qualquer outra crise que paira por aí. Ou seja, foi a colocação de duas portas num armário cá de casa. A coisa parecia simples e era colocar a bela da dobradiça na porta e colocar a porta, certo? Nãaaaaaa

Não foi tão simples quanto pensei. Descobri que as dobradiças possuem uma vida própria. Foi a crise total cá no Shire. Na primeira fase da obra eu teria de colocar a porta do lado esquerdo. Ok, foi colocada mas não fechava, tirar tudo, inverter o sentido da porta (que estava de pernas para o ar) e colocar tudo de novo… sucesso!

Pedia indicações à Maria que vegetava no sofá e… pois, não lhe apetecia. A segunda fase foi colocar a porta direita que após várias tentativas ainda não está no local certo… uma canseira, canseiraaaaaa!

E só penso, que raio tenho eu de fazer à Maria para que ela saia desta crise mental que a faz vegetar no sofá e estar off??? É que, não é por um acto de egoísmo, mas sim por preocupação, a moçoila é muito mais despachada que eu nestas coisas e faz-lhe bem ao pipinho o trabalho… digo eu!

domingo, 12 de outubro de 2008

Outono


Hoje o Shire acordou ao som de trovões e relâmpagos. Estranho… sons que tinham ficado bem longe na minha memória voltaram a estar presentes. De tarde fez um sol descomunal, esteve calor e ao mesmo tempo a chuva fininha caía. É nesta altura que as velhotas aqui do Shire dizem “a chover e a fazer sol, estão as bruxas a pentear-se” nunca percebi bem o porquê do ditado!

Fica o cheiro delicioso de terra molhada misturada com o ar fresco e frio que vem da vegetação e ... o silêncio!

Anoitece e cai uma bátega de água. Depois os grilos cantam o que nos lembra as tardes quentes de verão quando as cigarras cantam… mas ups, o Verão já foi e o friozinho faz questão de bater à porta.

Quando estamos na cidade é delicioso vir ao Shire. Viver no Shire é bem diferente. Não sei se me habituo ao Shire…

Sunday Flowers

sábado, 11 de outubro de 2008

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

histórias...


É bom quando pessoas que pensavam ter sentimentos “mortos” notam que, afinal estes estavam apenas adormecidos.


Numa terapia de casal:

(…) Após alguns blás, blás, blás….

Terapeuta: Então quer-me explicar porque está com o Mister Y?
Ela: O motivo porque estou com ele é por ele ser o meu oposto, eu sou extremamente impulsiva, não paro muito para pensar, não planeio, mando-me de cabeça. Ele é o meu outro lado, Consegue deter os meus impulsos. Calmamente ajuda-me a ponderar, a planear e a refrear as minhas decisões. Entre outras coisas.
Terapeuta: Então e o Mister Y, quer-me explicar porque está com a Miss Z?
Ele: Porque ela me faz rir.

(…) Seguiram-se mais uns blás, blás, blás

Não ficaram juntos, ela demorou um pouco a perceber a resposta, talvez uns anos… mas chegou lá!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

A dança...


A notícia não é fresquinha mas deixou-me os pipinhos aos pulos. Não, não vamos falar do aumento dos preços dos combustíveis e muito menos dos momentos de crise financeira. Vamos sim, falar de mais uma idiotice da nossa menina xô ministra.

Claro que não vou poder chamar uns nomes simpáticos à senhora, pois podem fechar aqui o quintal e ainda nos sujeitamos a responder em tribunal como o amigo que chamou simpático ao presidente da Câmara lá de cima. Posso sempre sugerir à xô ministra que passe férias em Longroiva no concelho de Meda (sim, é em Portugal e não na Ucrânia), especialmente que vá até ao concelho e não volte.

Beim, isto agora não é im-putante e passemos à notícia deveras interessante. Estava aqui a moçoila e ver o primeiro jornal quando a noticia dada foi sobre a falta de cadeiras para os alunos do conservatório, os quais se sentam no chão para assistirem às aulas. Ora, as cadeiras tinham sido pedidas em Maio e em Outubro não tinham chegado. A notícia lá deu, e eis quando senão para finalizar o locutor com um sorriso nos lábios refere que naquele momento tinha a informação que os alunos do conservatório já tinham cadeiras. Contudo, tinham sido apenas emprestadas pelo poder central. Lindio, não é?????

Ora vejamos, declaro que a partir deste momento o dinheiro que forneço ao estado, durante o ano, em forma de pagamento de todo o tipo de impostos será apenas emprestado, no final do mesmo exijo a sua devolução à minha conta bancária, parece-me justo!!!

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Lisbon...


A malta voltou a visitar locais onde não passava há pelo menos 3 anos. Entra e senta-se no café conhecido da avenida ali por trás do marquês. Ainda tinha meia hora até à hora combinada e pede um croissant de chocolate e um chá de limão.

Eis quando senão entra a correr um moçoilo que pede licença para se sentar ao lado da moçoila ao que a moçoila respondeu “esteja à vontade”. O moçoilo pede um café e vê o croissant e o chá da moçoila chegar primeiro e questiona pelo seu café o qual o empregado fez questão de ir a correr buscar, e esta foi a conversa:

Moçoilo assim faz conta com mania que é esperto: Isto está pior, quando andava aqui na faculdade eles eram mais rápidos. Espero que não tenha esperado tanto pelo seu croissant e pelo seu chá.
Eu: Foi relativamente rápido (ai o catano! Agora vou ter de levar com este que andou aqui na faculdade, bah!)
Moçoilo assim faz conta com mania que é esperto: Esta zona sempre foi muito aborrecida para estacionar o carro, por isso gosto de vir aqui porque posso beber café e ver o carro!
Eu: Sim, sempre foi! (será que posso lanchar descansada?)
Moçoilo assim faz conta com mania que é esperto: Por isso gosto de morar em Lisboa, odeio filas e estar no trânsito! No outro dia tive de ir fazer uma escritura para um cliente e foi um perder tempo em trânsito e bla, bla, bla….
Eu: … (o croissant é mesmo bom, se o gaijo se calasse eu conseguia saboreá-lo melhor, o croissant claro)
Moçoilo assim faz conta com mania que é esperto: Desculpe a pergunta mas trabalha aqui perto?
Eu: Sim, a dois quarteirões para o Marquês
Moçoilo assim faz conta com mania que é esperto: E não nota o problema do trânsito?
Eu: Não. Deixo o carro fora de Lisboa!
Moçoilo assim faz conta com mania que é esperto: Ahhhh então não mora em Lisboa? desculpe perguntar!
Eu: Não, moro no Shire e como também odeio filas, deixo o carro fora de Lisboa.
Moçoilo assim faz conta com mania que é esperto: No Shire? Engraçado, já não ouvia alguém dizer que mora no Shire há imenso tempo.
Eu: Moro eu!
Moçoilo assim faz conta com mania que é esperto: Foi um prazer conhecê-la, boa tarde!
Eu: Igualmente!

Tem coisas que eu não entendo, voltei a entrar em Lisboa onde as pessoas andam num formigar incrível. Saí de Lisboa há pelo menos um mês e a velocidade do formiganço fez-me confusão. Mais confusão me fez a solidão das pessoas não ser tão diferente da solidão das pessoas do Shire!